Desconto na assinatura da revista EDGE

Capa Edição 07

Todo bom gamer deve assinar uma revista de jogos pra se manter o mais informado possível, e não apenas isso, pra que você tenha acesso a informações exclusivas sobre jogos que vão sair.

Eu assino a revista, inicialmente não levei muita fé e fui mais pelo preço de lançamento que era barato, mas para minha sorte, tive uma ótima surpresa, a revista, antes de mais nada, o que pra mim é fundamental, tem capa reforçada e acabamento muito bem feito, em resumo, não é uma revista vagabunda que se desmancha depois de pegar umas 3 vezes na mão, é coisa boa, de qualidade!

O conteúdo, atende a todas as audiências, quem que apenas saber de jogos, e isso inclui todas as plataformas, PC, PS3, PSP, X360, Wii e Nintendo DS. Não só isso, mas a revista traz novidades também voltada ao mercado de jogos, de produtoras, e da parte de desenvolvimento.

Nas útlimas páginas de cada revista, existem artigos escritos por desenvolvedores de jogos, e entrevistas com algum BRASILEIRO atuante no mercado de jogos, trazem todas as informações sobre o profissional, onde estudou, formação, em que estúdio trabalha, que jogos fez ou está fazendo, como começou, é uma ótima fonte de informação pra quem deseja saber de TODAS AS ÁREAS sobre jogos.

Não é querer puxar saco não, mas eu gostei mesmo da revista. Ela vem com bastante imagens e fotos dos jogos, prévias e análises de jogos, muita coisa boa e de qualidade mesmo.

A revista é “filial” da revista de jogos de maior destaque na Europa, as matérias vem de lá e são traduzidas aqui, nem sempre é tudo feito integralmente, segundo os editores da EDGE Brasil, alguns artigos são especialmente desenvolvidos para o público brasileiro.

Segue um link para assinar a revista que está com preço promocional por tempo limitado, são 12 exemplares (1 ano) por R$ 98,34, acesse aqui.

E quem quiser acessar o site da EDGE do Reino Unido, acesse aqui.

Anúncios

Jogo em Flash: Crush the Castle

flash_games copy

Vi no Twitter de um amigo este jogo, realmente viciante.

Trata-se de um jogo onde você controla um trebuche, você deve ir lançando as pedras e tentar derrubar o castelo, aniquilando todos que estiverem lá. O jogo é tem um mapa, que você vai avançando de forma linear, a cada fase a dificuldade aumenta, e juntamente, você ganha novos tipos de “munição”, como pedras pequenas, médias, grandes e até explosivos.

O jogo tem física, o que dá toda a graça ao jogo pelo nível de interação entre os objetos.

Confira o jogo em:

http://haznos.org/crush-the-castle-2/

Pandemia no World of Warcraft vira caso de estudo

praga_wow_imagem
Praga no WoW fez milhões de vítimas, corpos podiam ser vistos por todos os lados

Hakkar, a Flageladora de Almas, foi a causadora de uma pestilência no MMORPG World of Warcraft a 4 anos atrás. Os jogadores que se dirigissem aos calabouços de Zul’Gurub, enfrentassem e matassem a besta fera poderiam ser contaminados por uma peste altamente contagiosa.

Ao matar o monstro o jogador era infectado por uma magia chamada “Corrupted Blood” que suga a energia do personagem e mata os mais enfraquecidos. A magia deveria afetar apenas as redondezas da serpente, mas não foi o que ocorreu.

Aí entra o fator “ser humano”, alguns jogadores descobriram uma forma de passar essa praga para outros jogadores, (devido a um erro do jogo) a praga se espalhou rapidamente e se tornou uma pandemia, diversos jogadores perderam seus personagens por conta da praga,  até mesmo os animais de estimação dos jogadores eram agentes transmissores.

Mas agora, em 2009, isso está servindo como base de estudo para as reações humanas e os fatores de disseminação.

Um dos desafios de qualquer cientista quando se trata de simulação é construir modelos realistas. E por anos se tentava isso na área epidemiológica, mas o melhor resultado veio de um meio inesperado com o jogo, pois as reações não poderiam ser mais humanas devido ao caos criado pela contaminação.

O modo de contaminação e disseminação da praga não poderia ter sido melhor pensado já que ocorreu de forma “natural”, impensada e inesperada. E o melhor de tudo além do teste ter tido reações humanas (os jogadores), é que isso foi feito dentro de um ambiente controlado e seguro.

Estima-se que em torno de 4 milhões de jogadores tenham sido contaminados na época.

Esse tipo de estudo fica ainda mais relevante com o aparecimento da gripe suína que está se alastrando rapidamente pelo mundo e ameaçando se tornar uma epidemia.

“Ao contrário de ‘pragas virtuais’ do passado, planejadas oficialmente, isso foi um efeito local que escapou ao controle –um surto virtual de ocorrência natural”, disse Ran Balicer, da Ben-Gurion University, em Israel, para a revista Epidemiology.

Fontes: csgames, estadão

Stormrise, Creative Assembly mostrando que ainda pode inovar no gênero RTS

Muito bem bolado, é como se pode definir o novo estilo criado pela Creative Assembly com o Stormrise, título de RTS (Vertical) para Playstation 3, Xbox360 e PC.

Atualização #1: Lembrando sempre que a Creative Assembly produz toda a série Total War.

O jogo inova porque o plano de visão não é aquele de topo, é muito mais “3D”, você vai estar no meio da ação podendo controlar suas unidades a partir da visão de uma outra unidade, uma imersão bem maior do que a atual que dá apenas uma visão de cima. A idéia é muito boa, mas só vamos saber se isso vai funcionar bem na hora que podermos jogar. O vídeo abaixo expressa bem melhor o que eu quero dizer.

Aviso aos leitores

Devido a indisponibilidade de postar constantemente como antes, a partir de hoje vou postar apenas duas vezes por semana. As notícias sobre novidades de jogos serão postadas apenas se possível, mas serão a parte dos dois posts semanais.

Os dois posts semanais serão resumos de jogos, reviews ou previews. Ou ainda edições especiais dedicadas exclusivamente a um assunto específico. Da mesma forma os artigos se enquadram neste espaço.

O sistema de reviews como já havia informado a algum tempo, será um pouco mais informal e menos detalhado e mais curto consequentemente.

Espero que não fiquem desapontados, estou postando este aviso pra que os amigos leitores não fiquem visitando o blog achando que eu abandonei ele. Então é isso, obrigado por todos aqueles que costumam ler o blog e até a próxima.

Empire: Total War demo disponível no Steam

empire total war logo

Foi disponibilizado a demo do Empire: Total War, jogo que simula batalhas em larga escala que podem contar com mais de duas mil unidades na tela, dando um clima de batalha que dificilmente você irá encontrar em outro jogo.

O jogador deverá escolher uma nação para conquistar territórios, fazer alianças e declarar guerra aos inimigos, estabelecer acordos comerciais, navegar pelo mar e conquistar a supremacia econômica, militar e política.

Dessa vez o jogo se foca em guerras napoleônicas ao invés da época medieval, ou seja, agora há a introdução de armas de fogo como padrão, os famosos mosquetes, bem como as formações em fila que são muito vistas em filmes de época como “O Patriota”. A outra novidade é que agora é possível você controlar os seus navios em batalhas navais.

Confira o preview realizado aqui no blog anteriormente para saber mais.

A demo do jogo se encontra disponível somente atrevés do STEAM no momento, e possui em torno de 2 GB de tamanho, e vem com duas missões nas quais o jogador assume o papel dos britânicos enquanto enfrentam franceses e americanos.

O jogo completo sai dia 3 de Março e será necessário o STEAM para jogá-lo.

Os requerimentos mínimos são:

  • Sistema Operacional: Windows XP 32(service pack 2), Windows Vista 32 OS.
  • Processador: 2.4 GHz Single Core Intel ou processador equivalente da AMD.
  • Memória: 1GB RAM (XP) 2GB RAM (Vista).
  • Placa de Vídeo: 256MB compatível com DirectX 9.0c (shader 2.0 ou maior).
  • Placa de Som: compatível com Directx9.0c.
  • Mouse e teclado compatíveis com Windows.
  • 15 GB de espaço livre sem compactação no disco rígido.

Ótima pedida pra quem não tinha o que fazer no final de semana :)

Ubisoft compra desenvolvedora gaúcha de jogos Southlogic Studios

southlogic ubisoft

A Southlogic Studios, desenvolvedora do Deer Hunter, sucesso entre os simuladores de caça, foi recentemente adquirida pela Ubisoft.

Esta aquisição reforça o nosso compromisso para atrair talentos na América do Sul, e o Brasil em particular – disse Christine Burgess-Quémard, diretor executivo da Ubisoft mundial de estúdios, para o site Edge.

A Southlogic Studios foi fundada em julho de 1996 por Christian Lykawka. A empresa produziu jogos como: Guimo, Aquarius, Trophy Hunter 2003, Deer Hunter 2004 e Deer Hunter 2005, Imagine: Wedding Designer e  Deer Hunter Tournament.

Após um primeiro período de integração, vamos olhar para o estúdio e ver as necessidades e os projetos para determinar se o tamanho atual da equipe (de 20 pessoas) é suficiente para satisfazer as exigências que serão feitas – disse a nota oficial.

O estúdio anteriormente terceirzava trabalhos para várias empresas na parte de artística, além de outros trabalhos ligados a área. Com a aquisição, a Southlogic vai fazer projetos apenas para a Ubisoft. O coordenador de estúdio será Christopher Kastensmidt.

Uma ótima notícia para o Brasil, e principalmente para os gaúchos e outros que residem próximos de Porto Alegre, interessados no desenvolvimento de jogos. Mais um pequeno avanço para promover o desenvolvimento de jogos em nosso país.

Fonte: Clicrbs

Como funcionam as telas sensíveis a toque

Um ótimo artigo publicado pelo blog Gizmodo Brasil descreve como funcionam e quais são as técnicas usadas para a produção de telas sensíveis a toque, um ótimo artigo, confiram:


Telas sensíveis ao toque. Elas estão por todos os lados. Todo fabricante de eletrônicos quer ter telefones ou tocadores de media com essa interface, porque eles acham cool. E veja só, em breve isso também será verdade para os laptops (sim, já existem alguns modelos no mercado, mas daqui a pouco terá que ser padrão. Obrigado). Telas sensíveis ao toque não irão substituir completamente o teclado e o mouse em um ano ou dois, mas estamos caminhando para um futuro onde elas talvez se tornem a maneira dominante de interagir com os dispositivos eletrônicos.
Continuar lendo “Como funcionam as telas sensíveis a toque”

Aquilo tudo e mais um pouco que você precisa saber sobre as placas de vídeo

Na internet não faltam fóruns e discussões a respeito de placas de vídeo, o número de “especialistas” nessa matéria também é algo difícil de precisar, mais até que a quantidade de bobagem que sai dessa gente.

Não é raro você também chegar em lojas pra comprar uma placa de vídeo ou seu computador nobo e a primeira coisa que te oferecem é uma “super” placa de vídeo com 512 de RAM que tem um processador que nem sabe o que fazer com toda essa memória.

O usuário leigo engole isso e acha que comprou uma placa que vai rodar Crysis a 100 FPS, mas quando instala o dito cujo se decepciona com 10 FPS máximos que obtêm.

Eu freqüento o meiobit.com, um blog dedicado a notícias e discussões, de alto nível diga-se de passagem, sobre tecnologia pc’s e tudo que couber mais.

Da pra aprender muita coisa no blog pela qualidade e o nível dos posts, aconselho a visitarem, mas o que realmente gostei foi um artigo sobre placas de vídeo que o Laguna publicou. Recomendo lerem, mesmo!

Ele explica desde como são fabricadas, por quem são fabricadas e quais são os atributos relevantes quando você vai comprar uma. É bom perder um tempo lendo pra não falar bobagem depois!

http://meiobit.pop.com.br/meio-bit/hardware/os-processadores-graficos-e-suas-placas-de-video